AMO SUA VISITA...

CAMPANHA CONTRA HEPATITE C

sábado, 24 de julho de 2010

CAMARÁ...

Quando viu a morena Sambar
Ficou doido maluco pra pegar
Antes mesmo de averiguar
Se ela tinha compromisso
E foi aí que babou
Que ela tinha um amor
Que era um grande quebrador
Da favela do Moquiço
Camará pra se gabar
Apostou com os amigos
Que tomava na maior
E formou um reboliço

Lutador de capoeira
E um pouquinho de judô
Tinha grandes influências
Mas de nada adiantou
Camará chamou pra briga
Mas não tinha pra puxar
Quebrador puxou e fez
Camará se acabar de Sambar
Samba aí Camará

(Alma Poetica)

2 comentários:

  1. Marquinhos
    Passei para deixar um beijinho.

    Sonhadora

    ResponderExcluir
  2. Nada como uma roda de amigos e a musica pra alegrar a vida da gente!

    ResponderExcluir

Aprendi que pra se ter Alma Poética, não precisamos etiqueta, nem existe um manual de instruções, por muito que o descreva com a caneta, só quem o sente são os corações...

Aqui sera o repouso de todo tipo de escrita e de tudo que queiram dizer, basta ser o que sentem e que vos vai na alma, Poetas não precisamos ser, pois quem tem a defeniçao do que é um Poeta?...

Obrigado pelos comentarios e sejam bem vindos, sempre!