AMO SUA VISITA...

CAMPANHA CONTRA HEPATITE C

sexta-feira, 19 de março de 2010

RELATO DE UM IDOSO

" Relado de um idoso, e um dueto entre duas grandes escritoras."
Tania Camargo e Vóny Ferreira admiro muito suas obras."No rosto marcado, rugas de sabedoria
Não mudam as digitais, marcas e sinais
Labuta e lamento, termino sem alegria
O que me restou? Pobre aposentadoria.

(Tânia Ca
margo)
Não mudam o que foste nem o que deste
Em generosa dádiva ao teu País
Agora que tanto precisas, esquecem-te
Como se não tivesses memória e raiz!
(Vóny Ferreira)
Aqueles que aguentam fazem um extra
Vendem quinquilharias nas esquinas
Recolhem descartáveis, as latinhas...
Faz-se de tudo, de tudo se engendra.
(Tânia Camargo)
Oh, espírito infame, abominável cobardia
Daqueles que te tratam agora como lixo
Esquecem-se que foste jovem um dia
Zombando da idade e do teu esforço
(Vóny Ferreira)
Outro já não tem a mesma sorte
Impossibilitados de qualquer ato
Esperam somente a santa morte
Salvação, melhor será do outro lado?
(Tânia Camargo)
Um outro senta-se no banco do jardim
Arranhando a solidão com o olhar
Vendo apático a indiferença passar
Olha-me triste e fica dentro de mim!
(Vóny Ferreira)
Eu? Vou vivendo sem retroceder no tempo
Choro sozinho, quando acendo o fogão
Falta tudo, arroz, feijão, alimento
E o remédio, não consigo pagar não!
(Tânia Camargo)
Miséria, desprezo, agonia, desatenção
É o preço que têm por serem idosos
Nem as lágrimas que choram lhes aquece a mão
Que o frio enregela como punhais transparentes!
(Vóny Ferreira)
Se pago o aluguel não dá para comer
Se comer não vou ter como morar
O governo promete o medicamento
Vou buscar, aí é a dor, o sofrimento
(Tânia Camargo)
Ah, País, não sentes essa vil vergonha?
Não sejas como a avestruz,
Que mete a cabeça na areia.
Trata os teus velhos com dignidade
Trata os teus velhos como merecem!
(Vóny Ferreira)
Dói ouvir negativas, pedir ajuda, é tosco
Já fui e fiz tanto nessa vida...
Agora pergunta deixei de pagar imposto
Desgosto, as rugas? São de Deus,
dádivas de uma vida !

(Tânia Camargo)
(Homenagem ao Site www.luso-poemas.net, onde tenho o prazer de ser um associado)
" Quantos deixados por ai, abandonados sem se quer um minimo de atenção à aqueles que ja fizeram muito pelos seus semelhantes e ainda fazem, por que dentro do coração de cada idoso, existe um sentimento verdadeiro puro e especial, aprenda a dar valor, a essas pessoas, que merecem toda nossa admiração, respeito, carinho e mais importante de tudo amor. Sei que não posso mudar o começo, mas se quisermos juntos poderemos mudar o final... Marquinhos"

4 comentários:

  1. Lindo poema,com uma bela mensagem.
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  2. O que posso dizer diant deste post, acho que nada tenho a dizer, mas tenho a gritar...MARAVILHOSO, MOSTRE AO QUE VEIO MEU ANJO, é isso, tem que ser feito dar nosso grito...muito obrigada.daqui uns 15 dias ja entro com meu projeto, me aguarde só estou começando..kkkkkkk
    com carinho
    Hana

    ResponderExcluir
  3. Anjo, que maravilha de postagem!!!Parabéns!!!

    Como é bom poder ler essas mensagens!!

    Vim também te convidar a retirar o "nosso" selinho no meu Blog Verso & Prosa, para comemorarmos juntos o "Dia dos Blogueiros".

    Um beijo e ótimo final de semana!!

    Reggina Moon

    ResponderExcluir
  4. Emocionante, Bro...
    Grande sacada... Bom fim de semana. Abraço!

    ResponderExcluir

Aprendi que pra se ter Alma Poética, não precisamos etiqueta, nem existe um manual de instruções, por muito que o descreva com a caneta, só quem o sente são os corações...

Aqui sera o repouso de todo tipo de escrita e de tudo que queiram dizer, basta ser o que sentem e que vos vai na alma, Poetas não precisamos ser, pois quem tem a defeniçao do que é um Poeta?...

Obrigado pelos comentarios e sejam bem vindos, sempre!